inspiration2

Charlie’s Angels - 1x04 - Angels in Chains

Isso. Gargalhem bastante porque chorar não adianta. Vocês estão desempregados mesmo.


Isso. Gargalhem bastante porque chorar não adianta. Vocês estão desempregados mesmo.

É com muito prazer, sim, com um grande prazer, que venho me despedir de Charlie’s Angels. Não poderia, jamais, deixar de fazer uma review para a série que me ensinou lições tão importantes, a começar pela lição de que escrever falando mal rende muito mais que escrever falando bem.

Eu não tirei minha roupa de luto, assim como prometi. Aliás, a espera pelo cancelamento foi tão grande que eu já estava de luto pela demora. Só que Deus tarda mas não falha, e a ABC levou um tombo, caiu da cama, acordou e cancelou o fiasco.

A impressão que fica (olha eu me auto repetindo), é que essa palhaçada toda foi proposital. Parece que a série estragou todos os atores e demais pessoas envolvidas. Porque nem Erica Durance resistiu ao encanto da má atuação. Sim, nossa querida Louis Lane de Smallville bateu ponto em Charlie’s Angels e fez a atuação mais vergonhosa de sua carreira.

Para começar, deram para ela o papel da agente Sam Masters, CIA. No entanto esqueceram de ensinar a moça a segurar uma arma e dialogar ao mesmo tempo. Na falta de orientação do diretor Marcos Siega, ela adotou a tática da Minka Kelly e passou 40 minutos olhando para o tempo e falando para o nada.

Como se não bastasse, inventaram um passado amoroso para Sam e Bosley. Isso mesmo! O pior ator de todos os tempos teve a oportunidade de ser atrelado ao passado da mulher do Superman, com direito a um beijo-souvenir no final do episódio. Que ousadia!

Mas não acaba por aí. Minka deve ter inspirado a criação do Framboesa de Ouro para Séries, visto que sua Eve bateu o recorde de “olhos ao vento”. Não teve um só momento em que ela convenceu como Eve, e olha que ela foi a Angel que teve a entrada triunfal vingando a morte da amiga morta e sendo promovida aAngel-Tapa-Buraco. Já Bosley deve ter inspirado uma nova campanha pras Cuecas Calvin Klein, na qual provavelmente será o garoto-propaganda. Duvida? Pois pode ir acreditando, porque com aquela cara deapaixonado full-time o cachê dele vai ser 10 vezes o do David Beckham.

Já na categoria “rostinho dramático”, a Kate vai levar o Oscar em fevereiro de 2012. A série se empenhou em mostrar o quanto ela estava arrependida do passado de policial corrupta, e no quanto os subornos recebidos por ela foram úteis para alimentar a família. Além, é claro, do noivo altão e moreno que ainda arranca altos suspiros do fundo do pulmão dela, fazendo-a forçar ainda mais a cara de drama digno de Oscar.

Angels in Chains não foi ruim como os outros. Os outros três me deixaram espantada, aterrorizada pela ousadia da ruindade. Este último nem isso conseguiu, a única coisa que fiz foi rir dos seus ridículos 40 minutos.

Tess é uma menina que foi trancada numa cadeia em Cuba e a agência de Charlie foi contratada para resgatá-la. Isso implica em três lindas moças viajando para o Caribe como singelas turistas. A partir daí elas também são presas, na mesma cadeia de Tess, e acabam participando de um esquema de prostituição envolvendo um empresário americano e a diretora da cadeia, que é cubana.

Em algum espaço do episódio, que deve ter sido cortado pra gente não ver, Eve teve uma “conexão” com Tess. As duas realmente se “encontraram” e se tornaram irmãs (isso, irmãs, não amigas) para toda a vida. Porque assim que o negócio amarelou, Eve se colocou na frente de Tess para morrer por ela. Um ato de mais pura doação. Lindo.

A agente Sam ficou com inveja de Eve e num outro ato de pura doação, (veja que Angels in Chains foi todo trabalhado no amor), resolveu se entregar no lugar da brava e corajosa Eve. No discurso de “já estou partindo dessa pra melhor”, Sam capricha: Eles (CIA) têm uma parede inteira para estrelas anônimas em Langley, para pessoas como eu. É uma gincana pra ver quem dá a vida pelo outro primeiro.

Seguinda a linha do amor eterno, Angels in Chains nos deu a grande revelação de que Bosley era envolvido com Elizabeth, filha de Charlie, e de certa forma se sente culpado pela morte dela (alguém está interessado em saber o por quê?). Então terminando o episódio neste clima “Nuvem de amor pura magia”, os vilões são todos presos e condenados por seus pecados, e Bosley fecha com chave de ouro fazendo AQUELA cara apaixonada que arrebata o coração da mulherada.
E assim a ABC nos dá a notícia de que sua tentativa de remake não foi bem sucedida, depois de nos submeter a verdadeiras sessões de tortura em cada episódio. Pra não dizer que fui mal educada e não dei discurso no velório de Chalie’s Angels, finalizo com meus pêsames e minhas mais sinceras palavras:

Já vai tarde.
Reações: 

Relacionados

Review 7776801243757608707

Postar um comentário Comentários via BLOGGER (0) Comentários via DISQUS

Para inserir no comentário:

# Um vídeo: [video]link-do-video-do-youtube[/video]
# Uma imagem: [img]link-da-imagem[/img]
# Um emoticon: clique na carinha acima da caixa de comentários, copie o nome do emoticon e cole.

Comentários educados são sempre benvindos.

emo-but-icon

EeF na Rede


   

Comentários

Arquivo

Categorias

Séries

Tags

Agenda de Episódios

Recentes

Twitter

Facebook

item