inspiration2

The Good Wife - 3x05 - Marthas and Catilins

Olha o tipo do sorriso de Alicia quando ela (mais uma vez) vê o que Will é capaz de fazer por ela.


Olha o tipo do sorriso de Alicia quando ela (mais uma vez) vê o que Will é capaz de fazer por ela.

Agora você concorda comigo que esta temporada está sendo uma declaração de amor? Will não mede esforços por ela, ou melhor, NUNCA mediu. Muito antes dela imaginar ou considerar a ajuda do antigo amor, ele já estava lá intercedendo por ela. A contratação dela foi uma prova de amor. E quantas coisas mais, depois disso, Will fez ou deixou de fazer em função de Alicia?

Depois ainda perguntam se isto é amor ou rebelião…

Marthas and Catilins começou se fazendo de episódio de “mais um caso semanal” e acabou se tornando num dos mais significativos de TGW. É. Nele até “O Silêncio dos Inocentes” foi citado, colocando Alicia pra interpretar a excelente Clarice Starling, lidando com o Hannibal particular da série, Colin Sweeney.

O modo dela levar isso adiante é que impressiona. Como diz Celeste, “você é bem interessante, Alicia”. Por mais que a boa esposa negue este fato, seu coração não suporta não se importar. Parece que é automático. Mesmo no seu papel de advogada, de não escolher lados, de ser neutra e se atentar apenas aos fatos, ela acaba cedendo à sua natureza e demonstrando aquilo que nem deveria sentir.

No entanto, mesmo sendo dona de toda esta compaixão, a vida não lhe retribui o favor. Aqui ela reconhece que não tem amigo nenhum, que no final das contas, ela realmente está sozinha. A amiga que ela tinha, Kalinda, perdeu a honra da amizade de Alicia. E Celeste, que mais parece uma “infantilidade ambulante”, não consegue deixar suas brincadeiras sem graça de lado e ser adulta. Complicado. Quem sobrou nesta equação? O irmão que nunca aparece? Ou a sogra que idolatra o filho sem caráter?

Kalinda, no entanto, como eu já disse aqui, merece o perdão de Alicia. Ela, mesmo sem ainda recebê-lo, permanece “protegendo”, ou pelo menos tentando proteger, a antiga amiga. Eli, que neste episódio terminou de mostrar suas “garras” em relação ao casamento do patrão, foi mais uma barreira que Kalinda transpôs por Alicia. Não que tenha ajudado muito. A negação dela e de Peter só faz a curiosidade de Eli aumentar. E como a gente sabe, isto não é bom.

Mesmo assim, Eli segue na promessa de “re-unir” a família Florrick. Eu não sei até onde ele pretende ir, nem o que ele é capaz de fazer. Mas até aqui Eli nunca decepcionou as promessas que fez. Tudo o que colocaram em suas mãos foi resolvido. Imagina então algo que ele tomou pra si. Resta saber se o amor de Will e Alicia será mais forte que a avalanche chamada Eli.
Quanto à Grace, filha de Alicia, acredito que, mais cedo ou mais tarde, ela se revelará lésbica. No episódio2×10, “Breaking Up” o tio Owen dividiu suas suspeitas sobre a sobrinha com a vovó Jackie (ambos bêbados falando coisas “infaláveis”). O que eu quero dizer é que esta amizade com a tutora, além de ser uma verdadeira amizade, pode significar o início de uma paixão para Grace. É claro que eu posso estar totalmente enganada. Mas pense comigo, elas se “encontraram” como pessoas, e se entendem muito bem. Se entendem a ponto das pessoas ao redor não saberem o que está acontecendo. Só que, novamente, eu posso estar totalmente errada. Alicia e Peter podem estar se comportando apenas como pais. Alicia preocupada de verdade. Peter mais preocupado com sua reputação. De qualquer forma, parece que a amizade entre as duas vai prevalecer.

Finalizando, The Good Wife nos presenteia com mais um episódio excelente. Não posso deixar de mencionar que aquela cara (de menina esperta) da Alicia tentando conseguir o que queria de seu Hannibal foi completamente IMPAGÁVEL. Palmas, outra vez, para Julianna Margulies.

Esta temporada está só começando ainda, mas daqui para frente acredito que Eli se tornará maior do que já é. E não vai sossegar até fazer Alicia ser “boa” de novo. Bom, ela já destronou sua bondade do trono de sua vida, e eu continuo torcendo pra que ela permança como a “dona de seu próprio caminho”. Eli não pode ter a chance aqui. Nem Eli, mem Peter, nem ninguém mais. A era de “boa esposa” já passou. E lugar do que passou é no passado. Ponto final.


Observação:

- Mais um personagem entrando em The Good Wife. Anna Camp, que fez Sarah Newlin em True Blood, entra interpretando a sobrinha do (ex?)amigo de Alicia, David. Será que Alicia vai ser uma boa tutora para Caitlin ou vai seguir o conselho de Celeste?
Reações: 

Relacionados

The Good Wife 3ª Temporada 2274889083065208993

Postar um comentário Comentários via BLOGGER (0) Comentários via DISQUS

Para inserir no comentário:

# Um vídeo: [video]link-do-video-do-youtube[/video]
# Uma imagem: [img]link-da-imagem[/img]
# Um emoticon: clique na carinha acima da caixa de comentários, copie o nome do emoticon e cole.

Comentários educados são sempre benvindos.

emo-but-icon

EeF na Rede


   

Comentários

Arquivo

Categorias

Séries

Tags

Agenda de Episódios

Recentes

Twitter

Facebook

item