inspiration2

Person of Interest - 1x13 - Root Cause

E então, quer mais?


E então, quer mais?

Olha, eu quero. Sim, eu sei que esta é dona Zoe Morgan (1x06,The Fix) de volta com todo seu charme mas... foi muito pouco o que tivemos dela!

O que ela trouxe de importante foi quase insignificante para a personagem que ela é. Assumo que Finch, com algumas tecladas no computador, poderia descobrir o que ela disse em questão de minutos. Por outro lado, a volta dela dá pontos positivos para a série. Person of Interest mostra que não é uma procedural qualquer e que sabe, (ou pelo menos tenta), enxergar os personagens relevantes de seus casos semanais.
No entanto, quando vi Zoe em cena, além de pensar que ela seria uma ótima combinação para Reese (quem não pensou isso?), percebi o quanto seria bom tê-la mais vezes. Só que aviso aos produtores da série: aproveitem melhor o potencial da senhorita Morgan. Chamá-la para fazer 5 minutos num episódio de 44 é muita injustiça!

Falando em injustiça, parece que desta vez as mulheres ficaram apagadas. Carter, que está em seu segundo “crime” de cumplicidade, apenas seguiu ordens. Andou para lá e para cá entregando recado, observando, servindo de escuta. Uma coisa é Fusco ser o pet de Reese, mas Carter? Ela está nisso pelas pessoas que ela considera inocentes – aliás, é esta tecla que John aperta toda vez que precisa convencê-la a fazer algo mais. Eu sei que nós queríamos ela ao lado de Finch e Reese. Mas aí é que está: ao lado! Isso já diz muita coisa.

O caso da semana envolveu Scott Powell (Myk Watford), incriminado pela morte do deputado Michael Delancey. Assim que Reese começou a observar a vida "normal" de Scott, tivemos um (belo) momento de reflexão entre os protagonistas. Quem não acha que nesse instante John pensou em como tudo teria sido diferente com Jessica se ele não fosse quem ele é, que atire a primeira pedra.

A incriminação de Scott, (aparentemente sem motivo específico), também serviu para introduzir mais um vilão na série. Não precisava. Quando se tem um Elias, a última coisa que você precisa é de mais um “Root” no seu caminho. Porém, é aí que está a excelência de Person of Interest. A temporada já passou da metade e, ainda assim, eles não hesitaram em trazer mais um plot para a trama principal.
Pelo jeito, este vilão foi feito especialmente para Finch. Quando Elias surgiu, foi Reese que o “recepcionou”. Agora, Root foi recepcionado (ou recepcionada) por Harold e, mesmo sem apresentações, já sabe o nome de seu oponente.

A tática de esconder a identidade do novo vilão pode ter várias razões. Uma delas é a possibilidade de esta pessoa já ter aparecido na série, e nós não sabermos quem ela realmente é. Palpites não sobram. Pode ser Jessica (vamos torcer para que não seja ela!), pode ser Cara Stanton (a ex-patroa de Reese que apareceu no 1x08,Foe), pode ser Carter ou Zoe (mas ambas possuem álibi), e pode ser algum personagem homem também. O fato de vermos esmalte e cabelos longos não significa, necessariamente, que seja uma mulher. Talvez seja mais uma forma de mascarar algo que está na nossa cara.

Podemos também pensar em alguém por trás da hacker. Elias é, certamente, o primeiro candidato. Porém, se a gente pensar mais um pouquinho, lembramos de Nathan (supostamente morto), o filho dele, Will (que parece ser muito ingênuo), e por aí vai. Contudo, vale considerar a inteligência de Root. Primeiro: alguém tão inteligente estaria mesmo recebendo ordens? Segundo: ela estava apenas seguindo o caminho dela e foi interrompida por Reese e Finch, ou ela foi por este caminho por saber que ia encontrá-los?

Vocês se lembram do episódio que Elias (1x07, Witness) surgiu? Pois é. Ele estava lá na nossa frente todo o tempo, tudo era apenas uma questão de atuação. Tenho a impressão de que ainda ficaremos de queixo caído quando Root finalmente se revelar.


Obervações:

- O episódio foi bom... mas poderia ter sido MUITO melhor. Nós já vimos do que Person of Interest é capaz.

- Esta foi a primeira vez que Harold e Zoe se encontraram pessoalmente.

- Vocês notaram que eu quero porque quero que Jessica esteja viva, né? Culpa de Alias, outra série de J. J. Abrams onde ninguém, repito, ninguém morria.

- Diálogo impagável 1:

Reese: Já ficou de tocaia antes, Finch?
Finch: Não. Devo levar alguma coisa?
Reese: Roupas de frio, algo para ler... e uma garrafa de água vazia.
Finch: Vazia?
Reese: Não há banheiros em uma tocaia, Finch.

- Diálogo impagável 2:

Reese: Soube que temos que agradecê-la por pegar o Matheson.
Zoe: Que bom que pude ajudar.
Reese: Embora haja a questão do pagamento... Você me paga uma bebida?
Reações: 

Relacionados

Review 5585661631943652593

Postar um comentário Comentários via BLOGGER (0) Comentários via DISQUS

Para inserir no comentário:

# Um vídeo: [video]link-do-video-do-youtube[/video]
# Uma imagem: [img]link-da-imagem[/img]
# Um emoticon: clique na carinha acima da caixa de comentários, copie o nome do emoticon e cole.

Comentários educados são sempre benvindos.

emo-but-icon

EeF na Rede


   

Comentários

Arquivo

Categorias

Séries

Tags

Agenda de Episódios

Recentes

Twitter

Facebook

item