inspiration2

Nikita - 2x18 - Power

Você vê um momento de fraqueza... eu vejo um momento de força.


Você vê um momento de fraqueza... eu vejo um momento de força.

“Power” foi o ponto alto da temporada. Cheio de discursos marcantes e reviravoltas. Mas o mais importante de tudo foi ver o poder que Nikki e Amanda exercem uma sobre a outra. Neste ponto da história, ninguém imaginava que a cruela da Division exitaria em matar a pessoa que mais atrapalhou seus planos. E ninguém imaginava que Nikita não atiraria na pessoa que ela vem tentando derrotar desde que desertou.

Para nossa surpresa, o passado das duas ainda influencia as decisões do presente, ou melhor, ambas foram "reconstruídas" neste passado, enquanto Amanda ensinava Nikita a ser uma agente.

Inclusive, nos flashbacks desta preparação, tem a aprendiz sendo preparada para a missão do 2x03, Knightfall, onde ela deveria matar Ramon. Ela teme não dar conta de seguir as ordens, ao que Amanda deixa bem claro, a Nikita que as duas criaram "pode encarar qualquer coisa ou qualquer pessoa que cruzar seu caminho".

Bom, na verdade ela pode mesmo, mas a encomenda não saiu exatamente como a mestra queria. No 2x03 Nikki não matou seu alvo, ela o deixou viver. Depois de ouvir dele a máxima "liberdade não se ganha, se conquista... quando você vai conquistar a sua?", ela o captura e o entrega vivo para Percy, desobedecendo a Division outra vez.
Agora foi a vez de Amanda desobedecer a si mesma, falhando na hora de atirar em Nikki. O melhor foi que Nikita reconheceu o ponto fraco de sua oponente e, num blefe mais que certeiro, ela conseguiu atingir o coração de Amanda e escapou do prédio da Zetrov pela porta da frente.

Aliás, tudo isso aconteceu enquanto Alex dava um show de humilhação em Ari. "Ele não é um lobo... ele é um cachorro" selou de vez o destino do chefe de segurança que queria ser CEO. Ele se junta a Amanda, que foi devidamente chutada da Division por Percy, formando outro casal foragido na série. Desta forma, temos três frentes a partir deste episódio: Nikita e sua turma, Percy novamente no trono da Division, Amanda e Ari.

Falando um pouco mais da queda de Ari, foi impressionante a retórica de Alex ao repetir seu pai. Depois de ouvi-la dizer "Se não consegue enfrentar os lobos... não vá à floresta", cheguei a pensar que ela tomaria a Zetrov para si, desistindo de dar sua parte para Ilya Levkin (David Richmond-Peck). Ainda bem que ela se lembrou: ela faz parte de algo muito maior agora.

Já Percy não me surpreendeu em nada. Ele bem que avisou que ou a Division é dele ou não é de ninguém (2x12, Sanctuary). Só foi engraçado ele bancar o sentimental dizendo se importar com os agentes, ao contrário de Amanda que os considera descartáveis. Tudo não passa de mentira. O único jogo que ele joga é o do poder.
O tabuleiro então foi modificado. Poder foi tomado, poder foi perdido. Peças que se julgavam fortes demais foram golpeadas tantas vezes que perderam até a direção. Nikita e Amanda ficaram no lado vencedor e perdedor, respectivamente, mas compartilham o gosto de fraqueza por terem deixado o inimigo viver. Mas as duas são os menores problemas que possuem agora.

Percy está de volta e vai querer vingança. Tanto Nikki quanto Amanda terão que correr do inimigo em comum, enquanto correm em direção uma à outra. Só que a misericórdia presente no primeiro encontro não se repetirá no segundo. E depois dele, não haverá outra fraqueza para se arrepender.









 Observações:

- Nikita sabe falar seis línguas, sabe a diferença entre um Barolo e um Bordeaux, e sabe seduzir um criminoso. Nikita Badass.

- Que lindo Amanda achar que o que ela "fez por Nikita" foi bom. Só que não.

- Ilya Levkin, o homem de confiança de Alex e seu pai: bom demais para ser verdade. O poder corrompe qualquer um, como bem lembra o título deste episódio.

- Épico: Nikita se passando por uma modelo e mandando beijinho para Ari. Pobre homem... nem sabe o que o atingiu.

- Alex Badass:
[...] Vamos falar sobre sua imaginação, Ari.
Este guarda de segurança diz que salvará Zetrov fazendo alianças com os americanos.
Americanos? 
Nós somos RUSSOS.
Não precisamos de ninguém para nos salvar.
Meu pai costumava dizer...
Se não consegue enfrentar os lobos... não vá à floresta.
Este homem seria comido vivo na floresta.
Ele não é um lobo.
Ele é um cachorro.
Reações: 

Relacionados

Review 3968440926464933256

Postar um comentário Comentários via BLOGGER (0) Comentários via DISQUS

Para inserir no comentário:

# Um vídeo: [video]link-do-video-do-youtube[/video]
# Uma imagem: [img]link-da-imagem[/img]
# Um emoticon: clique na carinha acima da caixa de comentários, copie o nome do emoticon e cole.

Comentários educados são sempre benvindos.

emo-but-icon

EeF na Rede


   

Comentários

Arquivo

Categorias

Séries

Tags

Agenda de Episódios

Recentes

Twitter

Facebook

item