inspiration2

Breaking Bad - 5x06/07 - Buyout / Say my Name

O início do fim de Walter White.


O início do fim de Walter White.

Bom, o fim de Walt já começou faz tempo. No momento em que ele decidiu ir contra Gus, ele assinou seu atestado de morte. Agora, a cada passo que ele dá, ele só corre para concretizar seu destino. Ora o controle escapa de sua mão, ora ele mesmo deixa esse controle se esvair.

Pensando bem, ele nunca teve controle de nada. Aquele papo de “ser seu próprio chefe”, “trabalhar para si mesmo”, só tem resultado em burradas. A chegada de Todd, por exemplo, com sua excelente sacada de matar uma criança, e sua suspeita postura de não ser pago até "merecer", foi só um gostinho do que ainda está por vir. Aliás, a cena deles se desfazendo da moto e do corpo da criança foi perturbadora. Tão perturbadora que tirou a cabeça de Jesse completamente do “negócio" da metanfetamina (e olha quão animado ele estava!).

O bom é ver Walt prometendo que nada disso vai acontecer de novo. Sério que ele acha que isso convencerá Jesse? Ok, Pinkman pode até ser ingênuo e o ser mais manipulável do mundo. Mas convenhamos: ele já viu morte demais para acreditar numa promessa balela dessas.

Para piorar um pouco, Hank chega junto de Mike. Não há nada de engraçado nisso, especialmente quando consideramos o quanto Mike é um personagem excelente e que conquista a torcida do público. Mas aquela jogada de Saul de chamá-lo de idoso ao dar a notícia da ordem de restrição foi boa demais. Confesso, ri.

Com tais considerações, a perda de Mike vai fazer falta em Breaking Bad. Dá para ver o que a série está fazendo. Além de mostrar para Walt que ele não sabe fazer merda nenhuma, a entrada de Todd e dos novos distribuidores ganha mais espaço com a morte do personagem. Basicamente, White está sozinho para enfrentar a nova jornada que, claro, logo, logo dará errado.

O que impressiona é sua insistência com Jesse. Dá uma certa falta de paciência em ver Pinkman querendo sair. Por um lado, Walt está certo: o jovem não sabe o que quer da vida e está desperdiçando seu único “talento”. Mas, por outro, Jesse é que está certo. Como ele perguntou para seu mentor, seria o império de metanfetamina algo para se orgulhar?

Que insanidade é essa de querer construir um império sobre drogas e sangue? Para quem precisava de 747 mil dólares e agora quer ser o rei da cocada preta, Walt só pode estar delirando. O ego dele está tão inflamado que nem sua afinada inteligência tem mais a capacidade de ver o que ele mesmo está fazendo. Ele nem sequer tem a capacidade de se ouvir dizendo besteiras mais. Aquele “I’m in the empire business” e aquele “Say my name” são as coisas mais estúpidas que ele já ousou dizer. E daí se ele é Heisenberg? Quantas vezes Heisenberg himself teve que se virar nos trinta para não ser morto junto com toda a sua família?

Nisso, Breaking Bad usa os detalhes para provar ainda mais sua excelência. Jesse, sim, Jesse, está observando tudo isso. A cena dele vendo Walt trabalhar assobiando mesmo depois de ver a notícia do sumiço do garoto, é um indicativo de que sua cabeça está começando a funcionar. Nesta mesma linha de pensamento, seus dois encontros com Skyler nos últimos episódios não passaram sem muito de sua observação.

Até um cego pode ver que Skyler é refém do marido. Ela, cheia de ódio, talvez nem tenha percebido que Jesse também está quase na mesma situação. Mas, ele, com todo aquele papo, tentando ser educado na mesa de jantar, e depois somente observando-a no lavajato, está vendo que talvez ela seja uma aliada. Não consigo parar de pensar que talvez os dois se unam para se livrar de Walt. Sendo Skyler, Skyler, e sendo Jesse, Jesse, isso não faz sentido nenhum. Mas quando se trata de sobrevivência, tudo passa a fazer sentido, não?

Falando em sobrevivência, Hank reluta para não deixar seu detetive interno morrer. Cheio de obrigações no novo cargo, ele ainda deixa seu instinto guiá-lo e não desgruda do caso de Fring. Que santa ironia. Justo o caso onde a peça principal está debaixo de seu nariz, chorando lágrimas de crocodilo em seu escritório, plantando escutas, dedurando seus movimentos. Quão difícil será provar que ele não sabia de nada se até Skyler está envolvida?

Mas, enquanto este momento de provar inocência não chega, ele conseguiu por as mãos em Mike. Ou melhor, quase isso. Gente, que sorte acirrada a do senhor Ehrmantraut. Todas as suas tentativas de deixar uma herança para sua neta foram destruídas. Uma vez que ele entrou nessa vida, ele não pode sair dela nem deixar algo de bom depois dela. E tudo isso por culpa do? Por culpa do ego de Walt... que nem foi capaz de raciocinar antes de atirar em Mike.

Sinceramente, estranhei que Mike nunca tenha tentado nada contra Walt. Quer dizer, para alguém com personalidade tão violenta, o jeito que ele engoliu o algoz de seu patrão foi homérico. Se procurarmos por um motivo que justifique isso, além de sua usual inteligência realista, Mike parecia mesmo estar idoso, com o semblante sempre cansado.

Agora, depois de sua morte, resta saber se ela levará Hank ao verdadeiro Walt ou, pelo menos, Jesse ao verdadeiro Walt. Em algum momento, Pinkman descobrirá que Mike não chegou ao seu destino, especialmente agora que ele está todo observador. E aí, qual será a nova promessa balela que Walt lhe dará?
Reações: 

Relacionados

Review 6837201496306057937

Postar um comentário Comentários via BLOGGER (0) Comentários via DISQUS

Para inserir no comentário:

# Um vídeo: [video]link-do-video-do-youtube[/video]
# Uma imagem: [img]link-da-imagem[/img]
# Um emoticon: clique na carinha acima da caixa de comentários, copie o nome do emoticon e cole.

Comentários educados são sempre benvindos.

emo-but-icon

EeF na Rede


   

Comentários

Arquivo

Categorias

Séries

Tags

Agenda de Episódios

Recentes

Twitter

Facebook

item