inspiration2

O que Achei de: The Inbetweeners US (MTV)

A fórmula American Pie que nunca envelhece.


A fórmula American Pie que nunca envelhece.

The Inbetweeners US é a versão de uma série britânica homônima de três temporadas (foi ao ar de 2008 a 2010), criada por Damon BeesleyIain Morris. A versão americana é feita pela MTV e desenvolvida por Brad Copeland, que já trabalhou em séries como Arrested Development e My Name Is Earl.

Nunca vi a The Inbetweeners inglesa, mas o clima American Pie é fácil de identificar. A série trata de um grupo de adolescentes no ensino médio, aquele grupo que é ignorado pelas meninas e marginalizado pelo garotos populares. Aqui os atores Joey PollariBubba LewisZack PearlmanMark L. Young dão vida aos deslocados Will McKenzie, Simon Cooper, Jay Cartwright e Neil Sutherland, respectivamente. 

A atuação dos quatro não decepciona, mas também não impressiona. Na verdade, o padrão MTV de série despretensiosa se encaixa direitinho aqui, desde o roteiro até o funcionamento dos personagens.

Enquanto The Inbertweeners se mantiver como uma comédia que não se leva a sério, ela pode sobreviver. Até porque sua premissa é justamente o contrário do que é sério, logo, sua função única e exclusiva é fazer rir (do ridículo). Nada mais.

Quer dizer, é fazer rir e copiar America Pie. A mamãe gostosona do filme também marca presença aqui. Mas ao invés de ela ser mãe do canalha do grupo, ela é mãe do protagonista Will McKenzie, o nerd que se veste como homem de quarenta.

Já o canalha do grupo nem chega à unha do pé de Stiler. Jay Cartwright é o ser mais virgem da Terra, que adora contar suas fantasias como se fossem verdade. Ele sonha que mulheres se arrastam por ele, faz pose de "experiente" em sexo, mas não passa de mais um mísero componente do grupo de amigos que vivem na seca.

Simon Cooper é o jovem que inverte os contos de fada e sonha com sua princesa encantada, Carly D'Amato, vivida pela atriz Alex Frnka. Os pombinhos (ou não) se conhecem desde os oito anos, e desde essa época Simon sonha em entrar nas calças da amiga. Se for para comparar com American Pie, Carly seria Michelle, a moça compreensiva com seu cavalheiro desengonçado.

Sem dúvida o melhor momento do piloto é o encontro dos dois. É tão nojento, grosseiro, cliché, que você nem fica com pena da situação. Só ri da desgraça do coitado que acreditou na palavra de seu amigo super experiente.

E nisso prossegue The Inbetweeners. Os amigos, que começaram não tão amigos, tentam a todo custo se adaptar ao ensino médio e subir no conceito das garotas. Enquanto não conseguem, eles tentam enganar a si mesmos como se houvesse uma fórmula de conseguir o que tanto querem, fórmula geralmente dada por Jay, cuja experiência e sabedoria nos fazem chorar de rir de dó.

A nova aposta da MTV é uma série passatempo. Não dá para fazer compromisso com ela, nem tampouco chamá-la de indispensável. Mas é divertida. Dela se espera muitas cenas nojentas, muita conversa de sexo (e talvez não tanto sexo), e aquele gostinho de déjà vu para os fãs de America Pie. Para quem se diverte com a nojeira, The Inbetweeners US é um prato cheio.

O nome do episódio piloto é "First Day". Ele foi dirigido por Taika Waititi e escrito por Brad Copeland, com os nomes dos criadores da série britânica constando também nos créditos. Brad é produtor executivo juntamente com Damon Beesley (The Inbetweeners), Aaron Kaplan (Terra Nova), John Levenstein (Arrested Development), Iain Morris (The Inbetweeners) e Wayne Morris (Miami Vice).
Reações: 

Relacionados

The Inbetweeners US 4032361858328196706

Postar um comentário Comentários via BLOGGER (0) Comentários via DISQUS

Para inserir no comentário:

# Um vídeo: [video]link-do-video-do-youtube[/video]
# Uma imagem: [img]link-da-imagem[/img]
# Um emoticon: clique na carinha acima da caixa de comentários, copie o nome do emoticon e cole.

Comentários educados são sempre benvindos.

emo-but-icon

EeF na Rede


   

Comentários

Arquivo

Categorias

Séries

Tags

Agenda de Episódios

Recentes

Twitter

Facebook

item