inspiration2

Weeds - 8x04 - Only Judy Can Judge

A continuação daquele jantar interrompido.

A continuação daquele jantar interrompido.

Aquele jantar. Aquele jantar interrompido por uma bala na cabeça, tem agora continuidade na vida pós-bala. E assim, Weeds também volta na temporada anterior para resolver assuntos pendentes.

Dimitri, claro, era um destes assuntos. Dois meses se passaram e o homem, cuja atração por Nancy era fatal, nem sabia da bala morando na cabeça dela. Gente... ele ainda perguntou se ela estava com outro. Ah, Dimitri, óbvio que ela estava. Ela estava saindo com a morte. Satisfeito?

Mas o motivo da pendência deles eram os negócios. Nancy quer sair da "vida", porém seu empreendimento ainda segue a todo vapor com Silas e Kiki. Kiki aliás, elogiou o namorado para a sogra numa conversa de deixar as bochechas de dona Botwin vermelhas. Diálogos assim precisam ocorrer mais vezes.

Na onda da comicidade do episódio, Doug. Ah, Doug. Nem criança é tão terrível daquele jeito. Ele acha uma forma de pregar peça em si mesmo, mas não sem antes quase matar o vizinho de raiva e pinchar a cachorra do coitado. Definitivamente, uma das melhores proezas do personagem.

Outra pendência da temporada passada era Stevie. Stevie e Jill. Nancy precisava reconquistar seu lugar na vida do filho e re-ensinar à irmã o verdadeiro lugar dela. Mas ninguém disse que ia ser fácil, disse?

Jill, como de costume, adotou a postura de ovelha-negra-vingativa. Sim, quem brilha mais na família é Nancy. Se a esta altura a BITCH não aceitou isso, ela vai dar com a cabeça na parede para sempre amém.

Andy já foi a primeira cabeçada. O relacionamento deles acabou - graças a Deus - e ele voltou ao seu lugar de pilar da cunhada. A segunda cabeçada de Jill foi Stevie, o menino que ela esquece que é menino e acha que é brinquedo para disputar.

Ela não só pensa que existem "lados" na história, como resolveu dopar o garoto para que ele não visse a mãe. Que mulher patética. Que mulher pobre. Não há lados na história, há apenas uma leoa que só agora tem a chance de ficar com seu leãozinho.

E mesmo sem forças - literalmente - Nancy consegue vencer sua irmã. O pequeno Stevie nos deu um perfeito momento de fofura ao chamá-la de mãe. Mais meigo ainda foi ela levar o filho para se "exercitar" na piscina do vizinho, já ensinando sua cria o caminho do crime... Mas este crime transbordou ternura e o vizinho até sancionou. Então está tudo dentro da lei.

A pendência de Shane era ter uma par romântico, o que a série acabou levando muito a sério. A menina é tão estranha quanto ele, ou seja, o Botwin achou a tampa de sua panela. Falta só um pouco de "vigor sexual" entre eles, mas isso o tempo deve resolver.

Como bom menino que é, ele leva a namorada estranha para conhecer a família estranha num jantar... estranho. Combinação perfeita.

Quer dizer, perfeita no sentido Botwin, claro. Porque o jantar foi a expressão do desastre que é a família, em sua melhor performance possível. Que cena. Um discute daqui, outro esquece um nome dali, um faz birra dacolá, outro briga acolá, e bosta voa sobre os Botwin. Combinação perfeita.

Nisso tudo, ri demais de Silas achando que o irmão irá se encher de poder e perseguir a família (o que equivaleria a um bicho perseguir seu próprio rabo). Mas qual parte ele ainda não entendeu? Tudo o que Shane faz, tudo o que Shane é, é por causa desse desastre, dessa bagunça, dessa coisa chamada família!
Reações: 

Relacionados

Weeds 8ª Temporada 7979536632345401252

Postar um comentário Comentários via BLOGGER (0) Comentários via DISQUS

Para inserir no comentário:

# Um vídeo: [video]link-do-video-do-youtube[/video]
# Uma imagem: [img]link-da-imagem[/img]
# Um emoticon: clique na carinha acima da caixa de comentários, copie o nome do emoticon e cole.

Comentários educados são sempre benvindos.

emo-but-icon

EeF na Rede


   

Comentários

Arquivo

Categorias

Séries

Tags

Agenda de Episódios

Recentes

Twitter

Facebook

item