inspiration2

Weeds - 8x09 - Saplings

A mamãe leoa não quer saber de dividir seus filhotes.


A mamãe leoa não quer saber de dividir seus filhotes.

Ah, aquele momento em que Weeds resolve transbordar fofura.

Sempre acontece, em algum momento da temporada, um episódio onde tudo para e o amor domina o ar. Mais especificamente desde a temporada passada, a série separa Nancy e Silas do resto da família para que os dois, que exalam uma química incrível, possam acertar seus ponteiros de mãe e filho.

Se na primeira vez que viajaram juntos era para Silas apoiar a mãe com a guarda de Stevie, agora foi a vez de Nancy apoiar o filhote a conseguir um novo emprego. A situação se inverteu e cada um teve a oportunidade de mostrar o valor que dão um ao outro. Quando foi a vez de Silas, tivemos aquela cena linda onde ele reconhece o esforço que a mamãe leoa faz pelas crias dela.

Agora, na vez de Nancy, o medo de perder seu já crescido filho tomou o coração dela. O tema “os filhos crescem, mas não deixam de ser bebês” foi o principal do episódio, com a inevitável consequência do pai ter que aceitar que o filho é adulto marcando presença.

Se isso não fosse Weeds, eu até diria que tudo pode dar certo. O novo emprego de Silas poderia levá-lo aonde ele quer, realizando o sonho de sua poderosa maconha ser vendida nos quatro cantos da terra, com Crick Montgomery não se transformando num monstro e perseguindo os Botwin e todos vivendo felizes para sempre.
Mas pela própria experiência da família, vivida de novo, de novo, e de novo, tudo o que é bom e parece presente de Deus acaba dando merda. Toda santa vez. Nancy, que tenta proteger o filho de repetir o erro, sai como a mãe que não se conforma em ficar longe da cria. Mas antes fosse só isso.

E enquanto ela e Silas arrumam a nova encrenca, Shane não deixa a chama se apagar lá pelas bandas de New York. Como de costume, tudo o que aparece de bandeja para eles resulta em... merda, o Botwin esperto não foi tão sortudo desta vez, e o carro roubado que usava para pegar a namorada, foi roubado outra vez. O problema é que ela não sabe do detalhe do emprego dele, né. E certamente sua reação será de resolver a questão por meios legais, ideia que Shane loucamente irá refutar. Ora, já sabemos onde isso vai dar.

Doug também não deixou a desejar. Cumprindo sua sina de o que é bom virar merda, sua falsa fundação de caridade teve que ser fundação de caridade mesmo, e lá se foram seus planos de enriquecer às custas da ingenuidade alheia. É claro, é sempre bom ver os personagens se ferrando, afinal, é para isso que assistimos Weeds. Mas vamos combinar que Doug vem se ferrando em recordes. O cara nunca consegue nem manter suas "estratégias de sucesso" por pouco tempo. E dessa vez, coitado, até facada ele já levou.

Agora, se Andy acha que vai escapar da lei que rege os Botwin, ele está enganado. Além de ser um recurso terrível da série de trazer uma esposa para ele do nada, não dá para acreditar que um personagem de Weeds será perfeito daquele jeito, com aquela carinha de anjo, voz de anjo, sorriso de anjo e doçura de anjo. Quer dizer, alguma pegadinha tem que ter.

E se não tiver, só o fato de Johanna ser perfeita vai ser um erro. De onde já se viu tirar uma "alma gêmea" para Andy assim? Sério mesmo que vão ignorar a tensão sexual que existiu entre ele e Nancy durante tanto tempo? Para que, a esta altura do jogo, faltando quatro episódios para o Series Finale, eles fazem uma coisa dessas? Só pode ser brincadeira. Só pode.

O relacionamento de Nancy com o rabino também está indo por caminhos estranhos. Ok, eu shippo Andy-Nancy. Só que mesmo desconsiderando isso, aquela conversa de amor ficou esquisita. Não sei se Andy está certo, eu jurava que ela amou Esteban. E até entendo a intenção da série de unir dois corações quebrados pela viuvez. Mas, sinceramente? Nancy não ficou lá muito devastada pela morte de Judah. Ela ficou devastada por ele abandoná-la com dois filhos para criar, mas lágrimas de saudade eterna pelo marido amado não saíram dos olhos dela.

"Saplings" sucedeu o ótimo "Five Miles From Yetzer Hara" e, como imaginávamos, não conseguiu ser maravilhoso como seu antecessor. Ele até começou bem, tratou de temas importantes, teve seu ápice de fofura, mas vacilou no final. Não deveria. Se isso aqui não é reta final, não sei mais o que é. Tudo está muito fraco para uma temporada que tem a tarefa de encerrar uma série como Weeds. Mas fazer o que, né. Vamos esperar para ver se ainda acontece um milagre.

P.S.: Hunter Parrish quer mesmo encerrar a vida de seu personagem com chave de ouro. Silas está cada vez mais apaixonante. (Ou seria Hunter?)
Reações: 

Relacionados

Weeds 8ª Temporada 5228960368613102403

Postar um comentário Comentários via BLOGGER (0) Comentários via DISQUS

Para inserir no comentário:

# Um vídeo: [video]link-do-video-do-youtube[/video]
# Uma imagem: [img]link-da-imagem[/img]
# Um emoticon: clique na carinha acima da caixa de comentários, copie o nome do emoticon e cole.

Comentários educados são sempre benvindos.

emo-but-icon

EeF na Rede


   

Comentários

Arquivo

Categorias

Séries

Tags

Agenda de Episódios

Recentes

Twitter

Facebook

item