inspiration2

Sons of Anarchy - 5x01 - Sovereign

Kurt Sutter, o louco, conseguiu surpreender de novo.


Kurt Sutter, o louco, conseguiu surpreender de novo.

Quem assiste Sons of Anarchy e acompanha o desenvolvimento da série fora das telas, sabe que Kurt, o showrunner mais insano que existe, defende sua obra com unhas e dentes. Seja do público, seja da crítica especializada, seja das (injustas) premiações, ele vive dando patadas quando alguém desrespeita SOA. O fato é que a série, em seus quatro anos, foi sim um drama de altíssima qualidade, e merecia, sim, mais respeito e reconhecimento. Mas ela também teve seus percalços...

Nem tudo foi perfeito no caminho dos Sons. Houve momentos em que o roteiro não era coerente e a história não alcançava o padrão em que a série se acostumou. Por isso, ao ouvir sobre a múltipla renovação, que leva a obra até a sexta temporada, hesitei um pouco. Não é em qualquer buraco que se acha criatividade para uma trama específica como esta.

Contudo, depois de ver "Sovereign", mudei de ideia. Claro. Se a première da quinta temporada consegue ser perfeita, como não voltar a ter total fé na série? Cinco anos de Filhos da Anarquia e Kurt Sutter ainda consegue ousar, inovar, surpreender e se superar. Estou simplesmente extasiada. 

Depois de fazer aquela brilhante quarta temporada, ele mudou todo o panorama. Não foi só a hierarquia de SAMCRO que mudou. Nenhum personagem é mais o mesmo. Tara é oficialmente a nova Gemma, Gemma voltou a ser adolescente, Jax regrediu em sua liderança, Clay -- cumprindo a ironia do destino -- se transformou no novo Piney.

A mudança de Tara, ao contrário das demais, já vinha ocorrendo com o tempo. A última cena do 4x14, inclusive, colocou-a na mesma posição que a sogra fez numa foto com J.T. Isso foi só um sinal metafórico, claro. A atitude de rainha dos motoqueiros já tinha invadido a cabeça da ex-boa-doutora há tempo. Todavia, parece que ela perdeu o controle da nova Tara. Depois de acusar a sogra de ser incapaz de cuidar dos netos, ela se revelou uma mãe incapaz de cuidar dos filhos. Só bastou Jax virar as costas.

Quanto à Gemma, essa resposta dela ao destronamento é coisa nova. Se antes ela sempre mantinha a cabeça erguida e a falta de caráter atropelando quem estivesse em seu caminho, agora a assistimos se comportar como se não houvesse amanhã. E Clay ainda pensava que seria perdoado...

O que, aliás, é muito irônico. Ele pediu perdão pelo que exatamente? Por ter matado J.T. por ela? Além do mais, Clay himself dando uma de arrependido não cola nunca. É claro que ele está tramando algo, e a cena de marido carente e assassino justificado são só movimentos para chegar ao trono outra vez. Mas seus esforços podem ter cavado mais ainda sua cova.

Além do mais, como vimos na cena dele tentando subir na moto, o fato de ele não conseguir dirigir mais implica que ele não pode liderar mais, o que de cara inviabiliza seus planos malignos. O poster promocional da quinta temporada também já insinua o novo estado de Clay: fora do círculo de SAMCRO.

Para piorar mais um pouquinho, Tig. Tig sempre foi seu escudo, seu cão de ataque. Que isso... Tig tentou matar um membro do clube por lealdade. Só que agora tudo ficou diferente. Antes de ver sua própria filha morrer queimada ele não tinha perdoado Clay completamente. E depois de ver então?

E já que mencionamos a cena mais agoniante da série, chegou a hora de falar de Damon Pope, o novo monstro dos Filhos da Anarquia. De cara, preciso dizer o quanto ele me lembrou o Gus de Breaking Bad: calmo, racional, poderoso, duas caras. Ele consegue a admiração e o respeito daqueles que não conhecem seu lado negro, e aterroriza os coitados que ousam atravessar seu caminho. Quando anunciaram que Harold Perrineau, o Michael Dawson de Lost, estaria em SOA, nem imaginei que ficaria tão surpreendida com sua atuação e personagem.

Seu ápice de monstruosidade, ao jogar o charuto e incendiar a garota, pode até ter sido cliché. Mas a cena foi tão profunda, tão real, tão desesperante, que quase levantei da cadeira e bati palmas para Harold e para a performance extraordinária de Kim Coates. Vai demorar para eu tirar o choro de Tig da cabeça.

Jax, por sua vez, me surpreendeu também, mas não foi positivamente. Desde a primeira temporada assistimos seu amadurecimento e ascensão ao trono, para agora vermos um menino inexperiente sem saber que decisão tomar. Na conversa dele com Clay, por exemplo, cheguei a dar razão ao padrasto. Sei que as coisas não são tão simples assim, principalmente porque a CIA e o cartel estão envolvidos. Mas às vezes parece que Jax está deixando o vento o levar.

Quando chegou a hora dele fugir também pensei a mesma coisa. Como assim SAMCRO não tem um plano B para quando a polícia chegar perto demais? Se com Clay, o cabeça quente, só tinha plano A e olhe lá, com Jax, o calmo e racional, as coisas deveriam ser diferentes (ok, eu sei que se passaram apenas três semanas, talvez estou exigindo demais). Porém não foi assim. Quando a coisa apertou, o novo líder teve que recorrer ao novo namorado (?) da mãe, alimentando, para variar, a guerrinha secular entre sogra e nora.

Agora para tudo: que azar, hein Nero (Jimmy Smits, o Miguel Prado de Dexter). Entrou nas calças de Gemma só uma vez e já vai ter que dar uma de padrasto, babá e cúmplice. Confesso: eu ri do homem. Mas ri de Gemma e do despreparo de Jax também. É mais do que óbvio que o refúgio deles logo se revelará em armadilha, afinal, a lei de Sons of Anarchy é que nenhum personagem é bonzinho e nada de bom acontece sem uma grave consequência logo em seguida.

Como ficará a situação de SAMCRO sem seu atual líder e com vários de seus membros caçados pela polícia é que é a questão. Bob foi eleito o novo VP, mas não vejo muita inteligência nele para prever os movimentos traiçoeiros de Clay. Além disso, há a questão de Opie ficando longe de SAMCRO. Claro, ele não deixa de ter razão. O clube já tirou dele a esposa e o pai. Mesmo que seja importante para Jax a presença do amigo, os efeitos colaterais dos Sons na vida de Opie são mais devastadores do que esta necessidade.

Sons of Anarchy começa seu quinto ano com categoria, trazendo uma trama excelente e uma surpresa com a surra que Unser levou no final do episódio. História para fazer desta a melhor temporada da série é que não falta.
Reações: 

Relacionados

Sons of Anarchy 5ª Temporada 3596852119275528403

Postar um comentário Comentários via BLOGGER (0) Comentários via DISQUS

Para inserir no comentário:

# Um vídeo: [video]link-do-video-do-youtube[/video]
# Uma imagem: [img]link-da-imagem[/img]
# Um emoticon: clique na carinha acima da caixa de comentários, copie o nome do emoticon e cole.

Comentários educados são sempre benvindos.

emo-but-icon

EeF na Rede


   

Comentários

Arquivo

Categorias

Séries

Tags

Agenda de Episódios

Recentes

Twitter

Facebook

item