inspiration2

Friends - 3x22 - The One with the Screamer

Aquele em que Ben Stiller faz sua ponta em Friends .


Aquele em que Ben Stiller faz sua ponta em Friends.

“The One with the Screamer” foi mais um episódio que serviu para mostrar o quanto Ross e Rachel pertencem um ao outro. Não que a gente já não saiba isso de cor e salteado, mas não deixa de ser maravilhoso ver as indiretas diretíssimas de ciúme que um atira no outro com a intensidade de uma catapulta. Tudo muito sutil e educadamente.

Então resolveram chamar Ben Stiller para apimentar a rivalidade pós-término. Depois do fim do amor, começa a disputa para ver quem consegue um novo par primeiro. E quem diria... Ross saiu na frente.

Nesse meio tempo, estreou a peça de Joe. E neste climão de amor, eis que ele também estava apaixonado pela atriz coadjuvante que, como boa representante da categoria, trocava de homem como de roupa, e assim também o fez com o pobre jovem apaixonado.

Mas o melhor deste plot ficou por conta da “repercussão” da estreia, algo que nós fãs de Friends  imaginávamos que seria assim mesmo. Assim como os demais trabalhos do “ator” do grupo de amigos, a tal peça era de qualidade bastante duvidosa. Ver o diretor lendo a crítica no jornal foi um dos momentos mais divertidos, especialmente quando Joe ficou feliz por “não ser o pior da produção” e ser o único a se habilitar a guardar o jornal.

Enquanto aconteciam estreias, peças de teatro, e tiros de ciúmes, Phoebe ficava ao pé do telefone naquilo que podemos definir como mais uma sacada sarcástica - e certeira - de Friends. Quem nunca ficou horas esperando a boa vontade dos sistemas de atendimento ao consumidor das empresas? O bom é que a série apelou para o exagero e transformou essas horas em dias, algo bem parecido com a sensação que dá quando aquela musiquinha chata fica tocando e a voz eletrônica fica anunciando que a gente vai ser o próximo. Pobre Phoebe. No final ela já estava até pensando como a máquina do atendimento.

Voltando para Rachel e Ross, era inevitável que Ross tentaria alertar a ex sobre o maluco que ela tinha arrumado. Tipo, ele já estava se mordendo de ciúmes mesmo, ignorou completamente seu par na noite da estreia... o que tinha de mais em enfrentar a obviedade da questão e tentar dar o aviso mesmo assim?

A cena dele recebendo o tratamento mais que especial de Tommy por causa do quase-derramamento do café, enquanto Chadler, Rachel e Monica nem notavam o acontecimento, foi épica. Ainda por cima, o episódio fez questão de frisar a conversa nada a ver dos três enquanto Ross praticamente apanhava lá fora. Épico outra vez.

Mas, para a sorte do nosso querido Geller, Tommy não conseguiu esconder por muito tempo sua verdadeira face. Quando ele finalmente foi desmascarado, ao ser pego brigando aos berros com um pato e um pinto, a única coisa que pensei foi: quão desesperada Rachel estava para não perceber este “distúrbio” tão óbvio no seu quase-futuro-namorado?

E acabou que “The One with the Screamer” foi o episódio onde os Friends não tiveram sorte nenhuma no amor. Rachel descobriu que seu príncipe era um sapo, e Joe levou um pé-na-bunda-amaciado. Ele finalmente tinha conseguido se conectar com uma mulher, mas teve o azar de logo depois vê-la ser aceita para o trabalho dos sonhos de todo ator: um papel em General Hospital. Pena que ela não rejeitou a oportunidade e não ficou em Manhattan pelos museus. Não há bons museus em Los Angeles como há em Manhattan...

Para finalizar, quero destacar a quote de Estelle-e-seu-cigarro (um patrimônio de Friends) para Monica e Rachel, finalizada com chave de ouro por Chandler:

Estelle: Oh, you two girls were outstanding! […] Do they have representation?
Joe: They weren't in the play.
M&R: We're not actors.
Estelle: Oh! What a shame! With her face and her chest, I could really put something together.
Chandler: Could I borrow it?


P.S.1: Ah, a falta de sorte neste 3x22 não foi só no amor. Phoebe, depois de uma eternidade de relacionamento com a voz eletrônica do atendimento, descobriu que foi enganada e não ligou para o 0800, mas sim para 0801, número de Utah. E ela ainda não queria terminar a relação!

P.S.2: Pra não dizer que foi tudo uma chuva de azar, teve Pete contando sobre sua história de amor com Monica. Não sem alguma ameaça de ser chutado por priorizar a “versão curta”, claro.

P.S.3: Justificativa de Joe pelo atraso: Sorry! Sorry I'm late! My duck and my chick had a fight. It was ugly.

P.S.4: Que que! Que que! What are you quacking about? Dumb Donald Dodo!

P.S.5: Hey. Step away from the duck!
Reações: 

Relacionados

Review 1864312082673904364

Postar um comentário Comentários via BLOGGER (0) Comentários via DISQUS

Para inserir no comentário:

# Um vídeo: [video]link-do-video-do-youtube[/video]
# Uma imagem: [img]link-da-imagem[/img]
# Um emoticon: clique na carinha acima da caixa de comentários, copie o nome do emoticon e cole.

Comentários educados são sempre benvindos.

emo-but-icon

EeF na Rede


   

Comentários

Arquivo

Categorias

Séries

Tags

Agenda de Episódios

Recentes

Twitter

Facebook

item