inspiration2

Nikita - 3x10 - Brave New World

Admirável mundo novo? Admirável mundo novo nada. Detestável mundo velho!

Admirável mundo novo? Admirável mundo novo nada. Detestável mundo velho!

Nikitinha linda volta só dia 22 e, como não poderia deixar de ser, ela jogou uma (só uma?) bomba em nosso colo e saiu de fininho como se não tivesse feito nada.

“Brave New World” se dividiu entre uma trama que vem sendo predominante nos últimos episódios e outra que deverá predominar no restante da temporada. Nos dois casos, a série se mostrou hábil em fugir do óbvio e lidar com o óbvio, usando estas duas facetas para provar (pela milionésima vez) que é uma das melhores séries da atualidade.

Para a parte do “não óbvio”, temos Michael cada vez mais imerso no mundo da insanidade. Jurei que depois de ver o esforço da noiva ele iria se render à ajuda e ao amor dela. A mulher foi sozinha para um lugar hostil, enfrentar um maníaco perneta, atrás da última esperança de seu amado, e ainda foi capturada.

Não que tal esforço seja novo para Nikita. Claro que não. Ela já fez coisas igualmente arriscadas antes, mesmo que alguém tentasse detê-la. Aliás, a fala (épica) de Birk, “Please remind me the last time anyone successfully stopped Nikki from doing anything? Ever?”, se encaixou tão bem na nossa querida mandona que não deu para deixar de rir. Só não rendeu muitos pontos para Birkhoff porque ele não ousou falar isso na frente dela…

Voltando ao que interessa, considero que titio Silverstein fez bem em adiar o retorno de Mike à “normalidade”. O sofrimento de Nikita vai se prolongar, a tensão entre a grande família vai aumentar, e novas possibilidades surgirão a partir daí. No entanto, tenho duas preocupações.

A primeira é: cadê o “backup” amoroso da protagonista? Cadê o personagem loucamente apaixonado por ela, que estava só esperando o deslize de Mike? Ryan não conta mais e Owen está… muito calmo, muito indiferente. Para ter um drama digno neste término abrupto de Mikita, tinha que ter um interesse amoroso que atraísse Nikki a ponto de ela considerá-lo como uma real alternativa. Se a intenção da série é fazer de Owen esta alternativa, ele está deixando muito a desejar.

Minha segunda preocupação é: Mike enlouquecendo do jeito que está, por causa de uma mão (!), pode acabar indo longe demais. Pode ser que ele chegue a um ponto sem retorno, onde Nikita, a maior perdoadora do mundo, estará magoada demais para lhe dar uma segunda chance. Tenho medo.

E esse negócio de se envolver com gente “má” para obter a prótese-quase-mão, já é um caminho para ele chegar onde não deveria, enquanto Nikitinha ficará no caminho inverso tentando contê-lo. Não vai dar certo.

Para a parte do óbvio, temos Ryan se tornando um Percy 2.0. Estava claro que Fletcher chegaria neste estágio, a única questão que restava era quando a série faria isso… Acaba que agora Nikki terá dois homens descontrolados para cuidar.

Ryan é tão querido, é o amigo que ela perdeu e ganhou de volta, e agora parece que perderá de novo. O que observo é que ele é muito mais inteligente que Percy. E, uma vez que ele se convencer completamente de que a Division é necessária – com direito a Black Box e a modus operandi à la Percy – essa sua imensa inteligência estará voltada para o oposto de seu objetivo inicial – e objetivo único de Nikita.

Estes novos ares prometem. O detestável mundo velho está de volta, e com a mesma sutileza de quando Carla começou tudo de muito bom coração. Às vezes penso que Ryan não ultrapassará a linha de ir diretamente contra Nikitinha (ou até persegui-la). Acredito que este papel ficará para o comandante Evan Danforth.

Mas, como venho sendo surpreendida episódio após episódio com a série, e ela nunca é o que eu espero, não vou colocar minha mão no fogo por Fletcher. O que será, será, e o futuro a Craig Silverstein pertence. A única coisa que desejo é que Nikitinha não sofra tanto mais, não chore tanto mais. Afinal de contas, meu coração não é de ferro.

Observações:

- Pausa para a fala que abre uma nova era em Nikita:

No, not the end. This is how it begins.

- ADOREI Bettina, a modelo que queria Kosta morto. Com toda aquela sapequice, ela e Nikki dariam boas amigas.

- É claro que Nikita matou Heidecker quando viu o “pagamento” que ele recebeu de Kosta. Dava pra esperar algo diferente dela?

- A “promoção” que Ryan deu para Michael soou meio esquisita. Ele não poderia esperar mais um pouco para ver se as coisas se ajustariam?

- Quem garante que a presidente realmente passou aquelas ordens para Evan Danforth? Tenho minhas dúvidas sobre isto e sobre as verdadeiras intenções deste homem.

- Alex mal oficializou o romance com Sean e já estava marcando território conhecendo a família do homem. Good girl.

- Sean, aliás, não apareceu neste episódio, mas olha só quem será o destaque do 3×11, “Black Badge”:

Reações: 

Relacionados

Review 5947782164656053557

Postar um comentário Comentários via BLOGGER (0) Comentários via DISQUS

Para inserir no comentário:

# Um vídeo: [video]link-do-video-do-youtube[/video]
# Uma imagem: [img]link-da-imagem[/img]
# Um emoticon: clique na carinha acima da caixa de comentários, copie o nome do emoticon e cole.

Comentários educados são sempre benvindos.

emo-but-icon

EeF na Rede


   

Comentários

Arquivo

Categorias

Séries

Tags

Agenda de Episódios

Recentes

Twitter

Facebook

item