inspiration2

Nikita - 3x18 - Broken Home

Eu te disse: eu sou muito pior do que todas vocês putas juntas!

Eu te disse: eu sou muito pior do que todas vocês putas juntas!

Então tá, Amanda. Entendemos sua mensagem. E certeza que Nikitinha entendeu também. Da pior forma possível, mas entendeu…

Broken Home fez uma jogada (genial e) dupla ao mostrar um “lar destruído” do passado, enquanto mostrava outro sendo destruído no presente. Cada um com suas peculiaridades, vamos então dividir o texto em duas partes. O episódio foi tão rico que merece.

O passado de Amanda

Como já citei anteriormente, pensei que ao mostrar o passado da vilã, a série estaria trabalhando em uma forma de driblar suas maldades e colocá-la no caminho da redenção. Para a minha felicidade, não foi nada disso.

Ao revelar sobre a tragédia que fez da pobre Helen a poderosa Amanda, vemos, através de suas próprias palavras, que a intenção é mostrar que nem todos podem ser salvos, justamente o contrário de uma procura por redenção. Faz sentido, com toda a obsessão que a ruiva tem por Nikita, ela querer mostrar para a sua aprendiz o porquê de ser o que é, o porquê de fazer o que faz, o porquê de querer fazê-la ver o que ela vê.

O melhor de tudo é que durante o flashback, até o momento da dilaceração do pai e da irmã, não sabíamos que Helen era na verdade a Amanda que conhecemos. E é exatamente por isso que a fala dela, “Os experimentos do meu pai nunca deram certo, e Helen carregará os danos que ele causou pelo resto da vida dela. E você será a responsável pelas consequências que virão.”, fica mais fantástica ainda. É ela própria dando razão ao que é hoje, e para a sua fala no 3×17: “Não precisei que me consertassem. Eu fiz isso por mim”.

Confesso que vendo tudo isso, dei, pela primeira vez, uma pausa antes de condená-la. Até fiquei surpresa com a decepção de Nikita ao exclamar “Você dilacerou sua família!”. Vamos concordar, né. Uma família daquela merecia mesmo o destino que teve. Não só criaram uma garota para ser rato de laboratório, como prosseguiram com a “atividade” por longos anos. É crueldade demais.

Por outro lado, dilacerar a própria família é um destino muito cruel para a própria Amanda, que hoje se vê completamente além do merecimento de perdão. E ironicamente, ela tomou o lugar do pai na vida de muitas pessoas, como Alex e Owen. O princípio dos estudos de seu progenitor, inclusive, que era fazer um soldado sem sentimentos e depois (como num estalar de dedos) um cidadão normal, foi basicamente o que ela aplicou em Sam. Aliás, como a ruiva mesmo confessou, ela melhorou o que o pai começou. Ela melhorou a herança de desgraça que ela recebeu.

Quanto ao que ela fez com Nikita, vou perguntar para vocês: seria de tudo ruim?

Aparentemente, agora nossa querida heroína não acredita mais que pode salvar todo mundo. E isto exatamente no momento em que duas pessoas muitíssimo importantes para ela estão dentro da zona de “necessidade de salvação”. Tal cenário nos leva a outra pergunta, e esta mais crucial ainda: qual será a atitude de Nikita diante de um confronto com Alex e Owen? Estará ela disposta a lutar por eles mais uma vez ou estará disposta a lutar com eles?

E por último, quem é que vai salvar Nikita?

A destruição da Division

Nem vamos comentar o quanto Alex conseguiu se tornar odiável. Comentamos isso na review anterior e por mais que tenhamos visto as piores consequências agora, entendemos (ou não) que a “culpa” não é dela.

Além do mais, o destino (no nome de Craig Silverstein) deu à moça o que ela mereceu. Era meio óbvio que sua iniciativa de “salvar a todos” resultaria na morte de todos, e é um tanto absurdo que ela nunca tenha enxergado isso… mas, como se não bastasse causar grande dor aos seus amigos, a dor maior foi dela, que perdeu Sean no meio do fogo cruzado.

Olha, não deixo de dar um pouco de razão à menina. Teoricamente falando, faz sentido desabilitar os rastreadores, o Shadownet (não!), e criar novas identidades. Parece mesmo o plano perfeito, certo. Mas quando olhamos bem, são muitas variáveis a considerar. Sendo os agentes fugitivos, é claro que o governo iria encontrar uma forma de rastreá-los. E se existia um plano seguro para a liberdade, por que se arriscar em um com tantas possibilidades de falha?

Todavia, essa nem é a discussão mais. A casa já caiu, tudo o que tinha pra dar errado deu, a louca da Rachel morreu, levou Sean junto, e é isso.

O que resta agora é encontrar algum resquício de esperança no meio de todo esse caos. Owen agora é Sam e nem de longe tem a compaixão de Owen. Alex nem coragem teve de ficar face a face com sua mestra. Parece muito para ser superado, não? Muita força pra você então, dona Nikita.

Observações:

- Birkhoff e Sonya fizem bem DEMAIS neste episódio. Birk já virou “profissa”, né. Precisou de atirar, meu bem, nada de ficar com medinho mais. E Sonya parece que aprendeu com o homem que tem. Entre a vida do ente querido e a vida de quem põe em perigo o ente querido, nem há o que pensar. É bala e pronto.

- Sei que tem gente comemorando a morte de Sean, mas eu não estou por causa de
Alex. Tá que Dillon Casey não fez um exímio trabalho na pele de seu personagem, mas ele era o amor de Udinov depois do inferno que ela viveu. Ele finalmente conseguir “atravessar o muro” do coração da amada e morreu. Não parece muito justo para mim.

- Aí a pergunta surge: quem será o próximo par romântico de Alexandra? Se Owen não morrer também, aposto nele. Tatuagem e cérebro mexido por Amanda já são duas coisas que eles têm em comum…

- Foi até bonitinho o momento em que Alex resolve confessar sobre o tiro em Ryan. Pena que só em seus momentos finais Sean conseguiu alcançar o coração de Udinov. Se ele tivesse feito isso só um pouquinho antes… (e, sim, nós vimos que ele tentou bastante).

- E o prêmio de melhor quote desta vez não vai para Birk. Vai para Sean:

“I just want my girl back”.
Reações: 

Relacionados

Review 3046391952684266914

Postar um comentário Comentários via BLOGGER (0) Comentários via DISQUS

Para inserir no comentário:

# Um vídeo: [video]link-do-video-do-youtube[/video]
# Uma imagem: [img]link-da-imagem[/img]
# Um emoticon: clique na carinha acima da caixa de comentários, copie o nome do emoticon e cole.

Comentários educados são sempre benvindos.

emo-but-icon

EeF na Rede


   

Comentários

Arquivo

Categorias

Séries

Tags

Agenda de Episódios

Recentes

Twitter

Facebook

item