inspiration2

Breaking Bad: muito mais do que uma série, por Fábio Lins

Quando uma série de TV deixa de ser apenas uma série de TV.


Quando uma série de TV deixa de ser apenas uma série de TV.

São séries que marcam a vida de um seriador. Algumas você assiste, outras você vive. E quando uma série faz com que você mude a sua maneira de ser e de agir, ela passa de uma simples série de TV para uma grande experiência de vida. Essa ou isso é Breaking Bad.

Uma série que veio sem pretensões e mudou a TV em diversos fatores. A TV é tida sempre como inferior ao cinema, mas Breaking Bad mudou isso: acompanhamos episódios cinematográficos semana após semana. A série tem muita qualidade, e em todos os departamentos. Incrível como ela foi muito bem produzida, claro, crescendo ano a ano. O cuidado que os produtores tiveram com o roteiro, rimas visuais, trilha sonora, enfim, conduziram a série com maestria. Claro, desenvolvendo perfeitamente os personagens que eram vividos por excepcionais atores.

Mas Breaking Bad não alcançaria o grande sucesso que alcançou se não fosse o "boca a boca" na internet. Os fãs da série não ficavam satisfeitos em apenas acompanhá-la, tinham que viciar mais alguém nela. A série se tornou um viral. O planejamento também ajudou muito, pois ao saber que a série tinha data para terminar, a maioria não quis ficar fora dessa.

E foi assim que conheci Breaking Bad.

Fan art por Mike Thomas
O "boca a boca" na internet. Eu vinha em busca de uma grande série para acompanhar após o fim de Lost. Foi quando um grupo de legenders no Twitter indicava com veemência a série para os fãs "órfãos" de Lost. Logo de cara vi que Lost não tem nada a ver com Breaking Bad, mas mesmo assim abracei a premissa, típica de um anti-herói fazendo justiça com as próprias mãos. Muitas vezes na vida temos vontade de "chutar o balde", jogar tudo pro alto por um objetivo digno. Mas não fazemos. Walter fez isso, a princípio, então nisso a série me fisgou.

Breaking Bad é recheada de cenas impactantes, e eu fiquei impactado em vários momentos. Mas um momento chegou a alterar meu estado de espírito. Sim, uma série chegou a esse ponto.
Foi quando Walter, "incorporado" por Heisenberg, deixou Jane morrer. Mesmo sem tocar na vitima, Walter cometeu um covarde assassinato doloso. O momento fez-me levantar do sofá, com as mãos na cabeça, enquanto gritava: "Que isso, Walter?! O que você está fazendo?! Não faça isso!" Foi desesperador. Tive dificuldades para dormir naquele dia. A série faz muito isso com o telespectador. Ela muitas vezes faz você brigar com a TV, como se a ficção transcendesse a realidade. Você ri, chora, se emociona, se excita, se ofende. Muitos desses sentimentos são contraditórios e muitas vezes são sentidos em pequenos intervalos de tempo. É impressionante.

Foi então que inventei de criar um blog dedicado à série. Pra você criar um blog você tem que ser louco ou muito apaixonado pelo que faz. Não é fácil. Você tem que amar, você precisa. Eu acabei unindo duas paixões: paixão por escrever e paixão por Breaking Bad. Eu poderia criar um blog sobre as séries 'modinhas' da época, como Dexter, por exemplo. Teria bem mais visibilidade, mas eu não buscava isso, buscava fazer o que gostava, e, mesmo se ninguém ler, pelo menos eu disse. Esse é o meu lema.

A iniciativa única -- pois ninguém no Brasil teve coragem de criar um site especializado em Breaking Bad -- fez com que eu me apegasse ainda mais, pois passava a acompanhar o dia a dia de tudo o que a envolve (com muita dificuldade, pois era muito difícil encontrar assuntos sobre a série), fazendo com que o meu envolvimento fosse aumentando, andando lado a lado com o amor pela série.

E quando a série termina e você se sente completamente satisfeito com tudo que viu e com tudo que fez, a sensação é maravilhosa. Faz tudo valer à pena. A série terminou de forma perfeita e, paralelamente, o meu esforço em dar murro em ponta de faca foi reconhecido de forma inimaginável.

Posso dizer que Breaking Bad mudou a minha vida, pois serviu de plataforma para alcançar pontos antes impensáveis, além de entreter a mim e a todos os fãs durante seis anos.

* Capa: Fan art de DocBerlin77


Guest Post Este texto foi escrito por um brilhante e ilustre autor convidado, e faz parte de uma série de posts sobre as séries favoritas e os danos que elas causam no coração da gente.

Guest
O Autor
Fábio Lins  é de Belo Horizonte, e é seriador e blogueiro nato. É fanático por Lost, Breaking Bad, Fringe, e pelo Cruzeiro. Tem o Viciado em Série, onde escreve sobre diversas séries com vários colaboradores. Também tem o melhor blog sobre Breaking Bad no Brasil, e a página LostManíacos, com todas as novidades relacionadas à Lost. No Twitter pode ser encontrado no perfil @FabioLins_.
Reações: 

Relacionados

Guest Post 4846808419193782976

Postar um comentário Comentários via BLOGGER (5) Comentários via DISQUS

  1. Aplica-se o mesmo ao filme "Fight Club"

    ResponderExcluir
  2. sinto os mesmos sentimentos com Sons of Anarchy :)

    ResponderExcluir
  3. Fábio, muito obrigada, de coração, por ter aceitado o convite.
    Foi muito bom poder saber um pouco sobre o nascimento do Breaking Bad Brasil, blog do qual só fã e vivo citando por aqui :shy:

    AMEI o parágrafo onde você conta sua reação à morte de Jane. Breaking Bad é, de fato, desse jeito mesmo. Ela provoca cada emoção na gente que... haja coração. Mas a maior de todas as emoções para mim foi a gente terminar torcendo para Walter White, mesmo quando ele não era mais Walter White. Como você disse, no começo ele era um anti-herói que "apenas" "chutou o balde". Depois, bem, depois virou Heisenberg,

    Quando você fala que blogueiro tem que ter paixão, eu penso comigo: você não poderia estar mais certo. Realmente fazer blog não é fácil, dá trabalho, e nem sempre dá recompensa. Fico feliz em saber que com o Breaking Bad Brasil foi diferente, ainda mais porque no começo parecia que ninguém ia ver essa série maravilhosa. Graças a Deus foi diferente!

    Fábio, continue seu ótimo trabalho. Seja com o Viciado em Série, seja com o Breaking Bad Brasil, seja com o LostManíacos. Admiro muito sua dedicação, esforço e persistência.
    Você sabe... você vai longe! :smile:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Arlane, foi um prazer escrever esse texto intimista, como bem disse. Falar sobre a série e sobre o blog é sempre um prazer e poderia escrever um livro sobre isso, fui econômico. A vida de blogueiro não é fácil mesmo, sabe muito bem, mas você também está no caminho certo, e competência você tem de sobra. Sucesso!

      Excluir
  4. Muito bom ! :-)

    Sei como é, a minha experiência de vida foi com a série "Gilmore Girls".
    Breaking Bad, para mim foi uma bela surpresa!!! Cada temporada o negócio fica melhor, e é incrível como a gente se envolve com as histórias dos personagens.
    A parte que eu mais surtei foi quando SPOILER ALERT!
    Apareceu aquele vaso de Lírios do Vale ( acho q é esse o nome da planta), a qual as frutinhas envenenaram o Brock, não queria acreditar que o WW fosse capaz de ter feito aquilo, muito fdp.
    Demorou um tempo para eu aceitar huahua Breaking Bad é uma obra de arte, aquelas paisagens o modo como filmaram os personagens, muito bom =)
    ps:tenho medo daqueles gêmeos até hoje!

    ResponderExcluir

Para inserir no comentário:

# Um vídeo: [video]link-do-video-do-youtube[/video]
# Uma imagem: [img]link-da-imagem[/img]
# Um emoticon: clique na carinha acima da caixa de comentários, copie o nome do emoticon e cole.

Comentários educados são sempre benvindos.

emo-but-icon

EeF na Rede


   

Comentários

Arquivo

Categorias

Séries

Tags

Agenda de Episódios

Recentes

Twitter

Facebook

item