inspiration2

Primeiras Impressões: Enlisted (Fox)

A legalzinha da Mid .


A legalzinha da Mid.

Série legalzinha é aquela que te diverte ao primeiro olhar. Elas são exatamente aquilo que propõem, possuem momentos de comover com seus discursos fofos, e possuem, imprescindivelmente, a redenção do protagonista. São como pacotes de bolacha Passatempo, na verdade. Começam doces e viciantes, mas lá pelo antepenúltimo biscoito já enjoam só de olhar... porque o gosto é o mesmo e se comido em médias ou grandes doses são exageradamente enjoativos. A série legalzinha faz rir sem rodeios, mas não prende o telespectador, nem lhe causa interesse pelos seus personagens e plots. Eles são legais de ver, mas só uma vez na vida mesmo. Mais do que isso já vira vizinho chato que não sabe a hora de ir embora.

Para se ter uma ideia, a legalzinha da Fall passada foi Go On. Assim como Enlisted, ela mostrava o protagonista tendo que frequentar e conviver com pessoas que ele não queria. De certa forma, ambos também estavam passando por uma “reabilitação”, tinham que aprender a ser mais humildes, e tinham vários, mas vários momentos para discursos de redenção e motivação.

Logo, a fórmula já nos é conhecida. Ri muito com o piloto de Enlisted e senti simpatia pelos irmãos Hill. Me diverti demais com a procura pelo cachorro que não havia sumido, e especialmente pela cena daquela cara fofa e sapeca no topo do caminhão de guerra. Séries legaizinhas são experts em fazer isso.

Abram a passarela para a fofura passar
Enlisted é basicamente um monte de besteirol, todavia... A TV não precisa só de série PNC. Um besteirol de vez em quando não faz mal à ninguém. Todo mundo precisa relaxar de vez em quando, certo? O negócio é que assistir isso semana após semana não deve ser saudável coisa nenhuma. Para PNC e para besteirol tem limite.

Também não consegui me interessar pela história apresentada. É bonitinha? É. É fofa? É. Dá vontade de pegar Randy (Parker Young) e apertar as bochechas dele? Dá. Mas, honestamente, estou pouco me lixando para o andamento dessa narrativa. De agora já sei que (o estouradinho) Pete (Geoff Stults) e a Sargento Jill Perez (Angelique Cabral) são competidores e pares românticos, sei que Derrick (Chris Lowell) vai viver reclamando do(s) irmão(s), sei que Pete ainda vai ter a hora de quase voltar para a guerra... e desistir em seguida, sei que Randy vai puxar o saco do irmão mais velho e destruir coisas caras o tempo todo, sei que Donald Cody (Keith David) enfiará na goela dos Hill sucessivos discursos paternais acompanhados de uma perna mecânica. Preciso mesmo acompanhar?

O que me deixou triste foi ver Geoff Stults escalado para Enlisted. Geoff, meus caros, é um baita ator. Ele se sai bem em comédia, mas se colocassem o homem para fazer um bom drama... seria outro nível. Ao invés disso, a Fox fica dando só merda ou pouca coisa para ele. Seja na fracassada The Finder, seja um papel tapa buraco em Ben & Kate. NADA disso se equipara ao que ele pode oferecer. Caso não acredite em mim, assista ao último episódio de The Finder.

A cada cena em que vi Geoff agir como um palhaço, um corte revirava meu coração. Pobre ator. Desejo-lhe sorte e que essa sina de péssimos papéis acabe de uma vez. Quem sabe por causa da baixíssima audiência do piloto -- 0.7 no demo e 2,39 milhões -- esta sorte esteja mais perto do que imaginamos.

Chris Lowell veio de Veronica Mars e fico feliz só de poder vê-lo em cena novamente. Ele se saiu muito bem como Derrick. Tenho que confessar que ri demais da cena dele dando uma de bonzão na frente do irmão mais velho, bebendo todas, só para logo em seguida aparecer pondo as tripas para fora -- numa ótima quebra de sequência. Esse embate entre eles é provavelmente a melhor coisa da série e faz todo o sentido. Ele é o irmão que ficou, ficou à espera do que se foi e nunca entrou em contato, ficou aguentando o enjoo do caçula e a tarja de loser na testa. Não deve ter sido muito divertido.

Na hora que Perez entrou em cena já comecei a rir. Que mulher arretada e mandona! Adorei a hora em que ela volta atrás com a música, já demonstrando o quanto a presença de Pete desmontou a onça. E deve ser sempre assim entre os pombos: um jogo sem fim de gato e rato, até que ele cede, depois ela cede, e eles se reconhecem almas gêmeas. Semelhanças com Go On são mero acaso. Só lembrando.

Aliás, já no piloto o casal teve seu tempo de paz. Sentaram-se juntos no bar, lutaram lado a lado nos grandiosos Jogos de Guerra. Nesse ritmo, não demora para deitarem-se juntos e lado a lado na cama.

Wallace entrou para ser o saco de pancadas da série, e não posso dizer que não gostei de sua master função. Cara de bobo, de menininho rico que gosta de ter brinquedos humanos, levou o que mereceu quando Park (Tania Gunadi) lhe aplicou um delicado soco de rifle no estômago. Se tiver mais desses, ponto positivo para Enlisted.

A ímpar Unidade que servirá de castigo para Pete deve ser a próxima campeã de GIFs no Tumblr. Cenas como a do soldado obeso pendurado na parede sem ninguém para ajudá-lo, ou deles "fazendo" "exercícios", merecem murais e murais de imagens que se mexem nessa internet. Fora que me identifiquei totalmente com o que Park vê quando olhar no espelho... 


Novamente, mais uma série da Mid-Season estreia e não entra na minha watchlist. Reconheço, sim, que dentro de seus padrões ela se saiu bem. É ao meu gosto que ela não apraz. Para quem gostou, pode cair de boca. Enlisted será sempre tudo o que citei acima, com promessa garantida de diversão. De verdade. Vai te fazer rir, se emocionar, ter ataques de fofura. Não vai te surpreender. Mas vai preencher com facilidade sua cota de riso do dia.

Só, por favor, mantenham Bradley Cooper longe desse set de gravações.

Enlisted foi criada por Kevin Biegel (co-criador de Cougar Town). Ele e Mike Royce (Men of a Certain Age1600 Penn) são produtores executivos. 

P.S.: Derrick zombando de Pete sobre repetir trezentas mil vezes AFEGANISTÃO: sim, Derrick, ninguém te culpa por estar cansado da ladainha.


P.S.2: Park:


O melhor: A relação dos três irmãos e os diálogos rápidos e certeiros nas piadas.
O pior: Ser apenas besteirol.
Melhor quote: Bring me back something. [Randy-fofo para o pai indo ser explodido na Guerra]
Nota: 6,5
Reações: 

Relacionados

Review 1669676143715700999

Postar um comentário Comentários via BLOGGER (0) Comentários via DISQUS

Para inserir no comentário:

# Um vídeo: [video]link-do-video-do-youtube[/video]
# Uma imagem: [img]link-da-imagem[/img]
# Um emoticon: clique na carinha acima da caixa de comentários, copie o nome do emoticon e cole.

Comentários educados são sempre benvindos.

emo-but-icon

EeF na Rede


   

Comentários

Arquivo

Categorias

Séries

Tags

Agenda de Episódios

Recentes

Twitter

Facebook

item